Menu Fechar

Quais os perigos imaginarios?

Quais os perigos imaginários?

Os perigos imaginários eram muitos, como a crença de que a Terra era achatada e que quem se afastasse muito do litoral cairia num abismo; ou de que na altura da linha do Equador as águas ferviam, incendiando os navios; ou ainda de que o mar era habitado por monstros terríveis etc.

Quais eram os riscos das grandes navegações?

Aquela época, navegar em mar aberto era preciso, mas muito perigoso. Os marinheiros tiveram que enfrentar doenças, tempestades, vento, fome e sede, perigos de todos os tipos, grandes riscos de naufrágio, solidão…

Quais os perigos reais e os perigos imaginários enfrentados pelos navegadores?

LEIA TAMBÉM:   Qual o transtorno de personalidade borderline?

Além de superar os perigos reais (as tempestades, as danificações nas embarcações, as doenças, a fome e a sede), os navegadores, pela mentalidade medieval, ainda tinham que superar os medos imaginários (os monstros marinhos, a zona tórrida, a dimensão plana do planeta, quanto mais navegavam mais próximos estariam do …

Quais lendas e medos imaginários perpassam a mente dos navegadores portugueses *?

Além dos medos imaginários, presentes nos pensamentos desses navegadores (como a crença de que o oceano era povoado por monstros e dragões), também existiam os medos reais, as dificuldades de navegar em mar aberto, as tempestades e chuvas intensas, as doenças e a péssima alimentação.

O que os navegadores portugueses tinham medo?

Com as limitações físicas e de conhecimento, surgiram crenças míticas. Afirmava-se que os oceanos possuíam grandes monstros marinhos, que atacariam as embarcações. Além disso, eles acreditavam que ao Sul os mares eram tão quentes que ferviam, colocando os navegantes em risco.

É correto afirmar que os europeus enfrentaram vários perigos para velejar em alto-mar?

Para velejar em alto-mar os europeus do século XV enfrentaram diversos perigos. Alguns, reais e outros, imaginários. Caracterizam somente perigos reais: a) A Terra era achatada como uma pizza e aquele se afastasse do litoral cairia num abismo; ventos desfavoráveis e ameaça de encalhe.

LEIA TAMBÉM:   Quem e o responsavel por fazer cumprir as regras em um jogo de futebol?

Quais eram os principais medos?

Alguns dos 10 medos mais comuns da humanidade são bem conhecidos como o medo de altura ou do escuro, outros são pouco comentados como o receio de falar com outras pessoas por temer o que elas irão pensar sobre você. A lista dos medos mais comuns ainda segue com medos da morte ou de lugares fechados.

Quais medos tomavam conta do imaginário dos navegadores?

Porque os navegadores tinham medo de explorar os grandes mares?

Afirmava-se que os oceanos possuíam grandes monstros marinhos, que atacariam as embarcações. Além disso, eles acreditavam que ao Sul os mares eram tão quentes que ferviam, colocando os navegantes em risco.

Quais os perigos reais e imaginários enfrentados pelos europeus ao decidir navegar por mar aberto?

Entre os perigos reais, estavam os ventos desfavoráveis, os piratas, a ameaça de encalhe, a fome, a doença Escorbuto e a sede no interior dos navios. Se era assim tão perigoso, por que, então, os europeus se lançaram às Grandes Navegações?

LEIA TAMBÉM:   Como instalar app em iPhone desatualizado?

Qual a causa dos riscos físicos?

Desta forma, os riscos físicos são uma das principais causadoras de doenças ocupacionais, tais como perda de audição em ambientes muito ruidosos. Os riscos físicos podem estar presentes em diversas formas no ambiente de trabalho e sua fonte de risco pode ser devido as condições do local ou da natureza da atividade.

Quais os riscos de um investimento?

Existem vários tipos de riscos que podem impactar um investimento. Por exemplo, o risco de liquidez. Esse risco ocorre quando, por algum motivo, o investidor deseja vender uma ação, porém não aparecem compradores para ela. Todo investimento possui riscos, até os mais conservadores, como os de renda fixa.

Qual a importância do gerenciamento de riscos?

Portanto, a gestão de riscos é considerada como uma medida preventiva, que antecipa possíveis cenários de risco e busca meios de diluí-los. Dessa maneira, o gerenciamento de risco é importante para que o investidor consiga tomar medidas para diminuir os riscos de um investimento.

Quais são os riscos biológicos?

Riscos biológicos estão presentes na forma de agentes biológicos (potencialmente patológicos) que podem causar doenças ou acidentes, tais como vírus, bactérias, protozoários, fungos, animais peçonhentos, parasitas, dentre outros.