Menu Fechar

Em que livro Freud fala do ID ego e superego?

Em que livro Freud fala do ID ego e superego?

A consciência especial é a primeira formação defensiva contra as pulsões sexuais, sinalizando um rudimento do que a posteriori será nomeado como superego. No texto “Sobre o Narcisismo: Uma Introdução” (1914), Freud redefinirá a função do ego a partir da teoria da libido.

Porque o superego é considerado o herdeiro do complexo de Édipo?

Então, como aponta Freud, o superego é o herdeiro do complexo de Édipo, pois aquele precipitado do qual se falou antes é o resquício que ficou no ego das identificações parentais ocorridas durante o complexo de Édipo e é este resquício que serve de base para a formação do superego; e o resultado geral e amplo do …

Qual o conceito de superego?

O superego é um conceito fundamental da teoria estrutural de Freud. Mas, o que é superego, como ele se forma, como ele funciona? Qual definição ou conceito de superego, de acordo com a teoria psicanalítica?

Qual é o mecanismo psicanalítico do superego?

Há outro mecanismo psicanalítico que age no inconsciente e que atua igualmente como algoz do Ego, ao qual se deu o nome de Superego. O Superego corresponde, de modo geral, ao que comumente chamamos de consciência e compreende as funções morais da personalidade, as quais incluem:

LEIA TAMBÉM:   Quais os times de Amsterdam?

Por que o ego cindido é inconsciente?

O ego cindido em duas partes, uma identificada ao objeto perdido, e a outra constituindo o agente crítico que o julga como se fosse o objeto perdido, o ataca com agressividade, sem discernir que está atacando a si próprio. Enquanto no luto há uma perda objetal consciente, na melancolia a perda objetal é inconsciente.

Qual a diferença entre o ego e o agente psíquico especial?

Há uma diferença entre o ideal do ego e o agente psíquico especial. Enquanto o primeiro é um modelo a ser seguido, está inter-nalizado como substituto do ego ideal, o segundo é exemplificado por Freud pelos delírios de observação na paranóia e nos sentimentos de culpa nas neuroses de transferência.