Menu Fechar

Quais as diferencas entre as cidades de Atenas e espartanos?

Quais as diferenças entre as cidades de Atenas e espartanos?

As instituições atenienses se preocupavam em desenvolver um equilíbrio entre mente e corpo. Dessa forma, a educação buscava conciliar a saúde física e o debate filosófico. Já em Esparta, dada sua intensa tradição militarista, privilegiava-se o treinamento do corpo.

Quais as semelhanças e as diferenças entre Esparta e Atenas?

Semelhanças e Diferenças entre Esparta e Atenas Os atenienses priorizavam o equilíbrio entre a mente e o corpo (praticavam esportes, mas o debate filosófico também era importante), enquanto os espartanos, nos seus colégios militares, priorizavam o corpo. Em Esparta, o domínio da Aristocracia total prevalecia.

Qual a diferença entre Atenas e Esparta?

Já em Atenas, embora também houvesse concentração de terras, a democracia fez emergir a possibilidade de participação política entre os cidadãos comuns, ou seja, artesãos e camponeses. Isso fez com que Atenas não só se tornasse uma hegemonia mas também que se diferenciasse das outras cidades-estado, inclusive Esparta.

LEIA TAMBÉM:   Como nao ter espinha por causa da mascara?

Qual a origem da sociedade espartana?

Eles possuíam diferenças marcantes, o que não permite afirmarmos a existência de uma nação grega. E, dentre todas as cidades, Esparta e Atenas constituíram as duas maiores antíteses da Grécia Antiga. Observe que, a sociedade espartana já havia se tornado uma potência grega em torno de 520 a.C., quando dominava a Liga do Peloponeso.

Qual a diferença entre gregos e espartanos?

A educação dos gregos e espartanos era bastante diferenciada com relação aos fins que cada uma delas tomava. Os espartanos viam na educação uma importante etapa para que o cidadão interiorizasse os valores militaristas e o rigoroso treinamento físico dos jovens.

Quais são as origens dos espartanos?

A começar por suas origens, podemos ver que enquanto os espartanos descenderam dos guerreiros dóricos, os atenienses são originários dos povos responsáveis pela formação da tradicional civilização creto-micênica.