Menu Fechar

Quais podem ser considerados os topicos centrais da sociologia de Durkheim?

Quais podem ser considerados os tópicos centrais da sociologia de Durkheim?

Os fenômenos sociais são considerados por Durkheim como exteriores aos indivíduos, e devem ser conhecidos não por meio psicológico, pela busca das razões internas aos indivíduos, mas sim externamente a ele na própria sociedade e na interação dos fatos sociais. que balizam a conduta do indivíduo na sociedade.

Quais as principais questões da sociologia de Durkheim?

Durkheim acreditava que Sociologia deveria abster-se de estudar as individualidades dos sujeitos e debruçar-se sobre estudos generalistas acerca dos fatos sociais, que foram definidos por esse pensador como os aspectos de nossa sociedade que moldam as nossas ações em sociedade, tais como a língua, o Estado e a moral.

Qual a sua importância histórica para a sociologia?

A sua importância histórica dá-se, justamente, pela visão inovadora que ele trouxe à sociologia. Para resumir o posicionamento dos autores clássicos, podemos dizer que Durkheim e Weber são conservadores, defensores do capitalismo, enquanto Marx é favorável a uma revolução para derrubar de vez esse sistema.

LEIA TAMBÉM:   Em que usar o cacau em po?

Será que a sociologia é uma ciência que dialoga diretamente com a história?

Em suma, dificilmente estabelecem uma ligação entre a sua própria trajetória pessoal e os processos históricos a que esta pertence. Aqui, podemos perceber uma questão que foi apontada no início desta introdução: o fato de que a Sociologia é uma ciência que dialoga diretamente com a experiência histórica.

Por que a sociologia é Suprema?

Segundo Comte, a Sociologia é a Ciência suprema, superior a todas as filosofias e religiões. “Dela tudo parte e a ela tudo se reduz”, afirmou.

Quem foi o primeiro a usar a palavra sociologia?

Comte aplicou suas ideias também ao estudo das sociedades. Ele foi o primeiro a usar a palavra Sociologia, em 1839, em seu Curso de Filosofia Positiva. Comte defendia o conceito de que são válidas apenas as análises das sociedades que são feitas com espírito científico, ou seja, com objetividade e sem metas preconcebidas.